Avançar para o conteúdo principal

This is how we do it in Spa24h



 Pelo segundo ano estive presente nas 24h de spa, mas esta teve um outro "sabor", pois foi uma aventura partilhada com o meu amigo e também fotografo Telmo Gil. 

Saímos terça à noite, dia 25 de Julho em direcção a colónia e sem saber muito bem onde iríamos dormir, uma vez que à hora que chegamos já estava tudo fechado.





 Se estas viagens não tivessem um pouco de aventura nunca poderiam marcar da mesma forma, por isso apresento-vos a nossa cama até ás 5 da manha do dia aseguir.





.... Cinco da manha e estava na hora de acordar e alugar a nossa "fera"... Apresento-vos o nosso Fiesta. 


Decidi ir dar a conhecer o grande Nurburgring nordschleife ao meu amigo Telmo uma vez que apenas teríamos de fazer um pequeno desvio e até tínhamos algum tempo disponível.





 Por volta das 11:30 começa-mos então a nossa viagem até Spa onde se realizaria a parada.



 Já no centro da vila paramos para um almoço na pequena vila de spa, enquanto aguardávamos a vinda dos carros.



  Espetacular como sempre poder ver este tipo de carros a percorrer as estradas públicas.






  A minha prioridade foi saber usar a beleza de spa, juntamente com o tanto publico presente, e os fantásticos GT´S presentes...
  Foi bom também poder voltar a ver os amigos, aqueles que só nos cruzamos nas pistas.





  Era hora de voltar à pista para uma sessão com a mercedes e um agradável passeio pela pista. Este era o dia que estávamos mais relaxados e que podiamos andar por onde nos apetecesse. 




É bom este dia para dar um toque pessoal á galeria final...



 O dia acabou com um jantar no centro de Spa, com a sportscode, gtreport, o pessoal das redes sociais por detrás da black falcon, e a malta do GruppeC, afinal de contas há sempre tempo para uma pizza e uma cerveja após um dia de trabalho.



 Quinta feira, o dia em que começava a dureza. Finalmente matava as saudades de poder estar de volta à maior prova de gt´s do mundo.
 Acordamos por volta das 7:30, fomos tomar um banho, fomos ao mini mercado e fomos para o circuito.
 Ainda tínhamos que tratar dos cacifos, dos coletes e de reservar a mesa antes de irmos começar a fotografar.
 A chuva ainda foi uma grande ameaça na primeira sessão tendo havido apenas alguns pingos para "sorte" nossa.




  Após a sessão de treinos livres regressamos ao media center, fomos acabar o trabalho e almoçar uns hambúrgueres lá no paddock.

  Na parte da tarde um pouco antes das seis da tarde os carros regressavam à pista para a pré qualificação.





  Após a pré qualificação haveria um pit walk, que infelizmente derivado a problemas da organização falhamos, uma vez que não tìnhamos Shuttles que nos levassem até ao paddock. Um problema que ocorreu por determinadas vezes ao longo do fim de semana... (acerca disso existe boas histórias ao longo do fim de semana...)
 Sendo assim ficamos uma hora sentados nas vias de serviço à espera que a primeira sessão de qualificação começasse.



  A noite caia por spa e estava ansioso por regressar a eau rouge á noite... é a mesma coisa que um crente ir a fátima. Uma sensação que só se consegue perceber vivendo, e eu já estava a morrer de saudades.





  Acabava assim a sessão, a vestir o fato e o capacete para a ultima hora de qualificação, a qual iria ficar pelo pit lane.






  Após um dia duro, regressamos ao media center para poder fazer upload das fotos que tínhamos de entregar o mais rapidamente possivel. Já passava um pouco da uma da manhã quando finalmente saíamos do media center. Infelizmente a essa hora já nem shuttles havia para nos levar ao parque onde tínhamos o carro... Ou seja, o que é melhor que uma caminhada de 25 min ou mais com a tralha ás costas após um dia durinho? eu sei... mas já lá chegamos.
  Com as sessões todas a concentrarem-se no final do dia não houve jantar... Ainda conduzimos uns 20 minutos na esperança de encontrar alguma coisa aberta, mas já passava das duas e a única coisa que existia mesmo era uma esperança (e uma fome...).
 Regressamos ao nosso bungallow para jantar e já o relógio marcava quase três..

Fica a receita:
    1 cacete para 2
    1,5lt de agua
    2 cappucinos
    1 maçã
    2 oreos

Lavar os dentes, xixi cama...

  Sexta feira... o dia mais calmo da semana. Ainda deu para dormir até as 11 da manhã, tomar um pequeno almoço, editar algumas fotos, tomar um banho e ir comer uma carbonara ao restaurante em francorchamps... Soube pela vida.



  Fomos até ao circuito onde ficamos pelo media center a acabar o trabalho todo que tinha ficado do dia anterior, até ao warmp up e a super pole que se realizava na tarde de sexta.





   A sessão não acabou da melhor forma... quando atravessava-mos o túnel para o interior da pista para apanhar um shuttle os marshalls trancaram-nos as portas e foram embora. Revela uma grande falta de respeito e acima de tudo é bastante grave que 2 minutos após o termino da sessão isso aconteça. Ficamos estupefactos mas não havia nada a fazer... tinha-mos mais de 3 kilometros para fazer até ao paddock. Após uma decisão de pole position poderia ser "fatal" se estivessem agências á espera das fotos...Após os incidentes fomos jantar todos juntos novamente onde por volta da meia noite regressamos ao camping... Ao que parece tínhamos um birthday boy connosco. Era a última caneca (ou as ultimas duas 😏) antes de nos concentrarmos a sério nas próximas 40 horas de trabalho... ou mais.



   Finalmente... dia de corrida. Já estava em pulgas á espera de viver a minha segunda edição das 24h de spa.
 Fomos comprar alguma comida para nos acompanhar ao longo da corrida...gomas, queijo, pão, kitkat´s, umas bolachas, umas maçãs, uns kinder delice etc... tudo saudável obviamente.

 Diretamente para a pista para a sessão de autógrafos que se realizava por volta das 13:45.







 Após a sessão de autógrafos as equipas preparavam arduamente os últimos momentos antes de rumarem á grelha, enquanto decorria a última corrida de suporte do fim de semana.







  Um dia de sol nada típico de spa com 23º marcava o início da grelha. Uma grelha cheia de vip´s, medias, pilotos, mecânicos, carros etc..



  Acabei por falhar a partida uma vez que não tive tempo para me deslocar entre a grelha para um local onde apanhar os carros.
A corrida desenrolava-se ao longo da tarde e a ferrari liderava o pelotão.



  Após duas horas de corrida houve a primeira interrupção com um grande acidente de Pasin Lathouras em que o carro não ficou nada bem tratado mas que felizmente o piloto nada teve.





Felizmente para nós (fotógrafos) tivemos uma luz de fim de dia digna de ficar na fotografia...




 Tirando o convívio com os amigos, e a festa de anos do meu amigo (histórias que ficam por spa..) mas que deu para nos rirmos à brava lá isso deu, isto foi o meu momento alto. O tempo estava excelente e a vista de onde fiz esta ultima imagem é simplesmente de encher o olho, ainda para mais para os fans do desporto motorizado como eu. 
 A verdade é que ali fiquei cerca de 3 a 4 horas entre fotografar e sentado no chão apenas a apreciar a beleza que tinha diante dos meus olhos e o quão sortudo era em ter um trabalho como este.



  A espera prolongou-te até por volta das 23, hora a que se realizaria o fogo de artifício.
  Desta vez sem tripé e com os carros atrás do safety car só haveria um momento para fazer a foto. Digamos que correu melhor que o ano passado em que perdi totalmente o fogo de artificio.





 Após o fogo de artificio queria voltar ao media center, mas não havia shuttles e estava na ponta mais distante da pista. Começamos a andar a pé ate que certa altura ainda apanhei um susto após me ter espalhado ao comprido no chão (pensando bem agora até que têm alguma piada..).
 Ok foi incrivel... 2h e meia ate conseguirmos finalmente ter um shuttle.. quando eu pensava que as coisas nao podiam piorar...
 A parte boa foi que pelo caminho sempre deu para ir fotografando um pouco do que é spa á noite




  De volta ao media center após estes contratempos, lá ficamos a trabalhar e a tentar fazer upload de algumas fotos... que com uma net com menos de 1mb de download tornava a nossa tarefa um pouco complicada.

 A meio da noite fui para o pit lane e foi lá que passei a maior parte do tempo ate começar a haver novamente alguma luz nos céus de spa. 
  






  Após algum tempo perdido no pit lane fui visitar uma das outras curvas que mais gozo me dá fotografar... Mesmo com uma lente de grande abertura é quase impossivel apanhar o carro inteiro na foto de tão perto que eles passam. Em que a unica coisa realmente que separa é o pequeno muro com cerca de metro e um pouco mais..



 Com o dia a nascer e com poucos shuttles decidi-mos tentar a nossa sorte, e esperar por um... já outros fotografos decidiram começar a sua peregrinação até "bruxelles".





 Passado um bonito "sunrise" o sol ainda se escondeu por momentos numa manhã que tanto estava nublado como com sol. Não esquecer que durante a noite já tinha começado a chover bastante durante cerca de 30 minutos.
 Com o amanhecer e muitas horas de corrida completas os carros começavam a mostrar alguns danos derivado de toques durante a corrida.









 E assim chegava ao fim mais uma corrida de 24h, mais que umas simples 24h mas sim a maior prova de gt´s do mundo.



  Após a cerimonia de pódio fui convidado para o brinde dos vencedores da classe Pro Am, bem.... soube que nem "ginjas"



Após regressarmos ao media center para apenas acabarmos algumas fotos, e fazer o check out do media center fomos jantar. Eu juro que tentei não dormir.. mas aquela meia horinha de espera pela comida foi passada de cabeça em cima da mesa sem sequer acordar com o barulho á minha volta..
Chegamos aquele ponto que o cansaso é tanto que já não há nada a fazer e simplesmente desligamos. 

140km de volta até colónia e uma noite a dormir no rental car.

Após entregue o carro já não tinhamos muitas preocupações, um cappucino e um brownie antes de fazer a entrega da mala e entrar para o avião.



De volta a portugal... mas nao foi para descansar, sou um jovem que não gosta de estar parado e tinha os meus amigos á espera para arrancar para o meu sudoeste....Teve de ser logo no próprio dia 😊


A proxima? em cerca de 3 meses cumpri o objetivo. 24h de Nordschleife, 24h de Le Mans e agora 24h de Spa. Ouvi dizer que há mais uma já no final de agosto no Algarve. 
Sabem que mais? começa a cansar tantas 24h juntas, mas vamos lá que mal posso esperar para estar de volta á pista.
Até lá mais umas mini férias.
Obrigado a todos pelo apoio nas redes sociais, sms´s, ou mesmo em privado.
Espero que tenham gostado e voltamo-nos a ver em breve.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Working as official photographer in the biggest race in the world - Le Mans 24h

Após trazer o backstage das 24h de Nordscheleife na vida de um fotógrafo chegou a vez de trazer Le Mans… considerada a prova rainha do desporto motorizado reunindo mais de 120 milhões de pessoas em todo o mundo de olhos postos na TV.
  Desta vez trago-vos ao backstage do que é trabalhar para a organização do WEC (World Endurance Championship)

Sexta feira, 5:00 da manha , tocava o despertador, as malas estavam feitas e desta vez levava o meu pai comigo (uma espécie de levar o pai ao trabalho do filho por uma semana). 1635km para ser preciso, era o que tínhamos pela frente até Le Mans.


  (Foto Telemóvel)



Sábado, o dia que marcava a minha chegada a Le Mans e o dia em que ia conhecer a equipa para a semana.


 Arrumamos as 2 auto caravanas em plena gravilha numa das secções do circuito Bugatti (circuito usado no MotoGP), e começamos a montar aquele que ia ser o nosso hotel na próxima e longa semana.

    (Foto Telemóvel)



Planos da semana feitos, churrascada "on" e nada como uma cervej…

N24 seen from my eyes

Há algum tempo atrás comecei a pensar em desenvolver novos projectos ligados ao meu trabalho de 'freelancer', no desporto motorizado. Muitas coisas passaram pela minha cabeça, mas estava ansioso por começar a colocar alguns em prática. Neste caso, o objectivo seria explicar o trabalho de fotógrafo no desporto motorizado, pois muitas pessoas não sabem o que isto é, de apenas tirar 'uma fotos a uns carros ou motos' que, na verdade, vão muito mais para além disso.
  Em termos de eventos, não existe nada como as 24 horas de Nordschleife, para mostrar a dureza de cobrir uma prova de tamanha dimensão. Às vezes, parecendo fácil, pode ser muito difícil, nas mais de 160 curvas e na quase certa dezena de minutos por volta. Parece fácil… É verdade, as pessoas apenas vêem as viagens, os hotéis e a comida boa. Mas, na verdade, esquecem-se que existe muito trabalho, que vai muito além disso.
  Na grande maioria dos casos, estão muitas noites sem dormir. No meu caso, por exemplo, ho…